Advento de conexões

*

Estas preciosas quatro semanas que precedem a celebração do Natal, o Advento, têm na força da Palavra de Deus um convite a cada ser humano para se renovar. No Advento, ecoa forte a voz do profeta Isaías, que apresenta esse convite a partir de metáforas interpelantes. Conforme anuncia o profeta, o povo, ao afastar-se da luz de Deus-Pai, torna-se “pano sujo”, “folha seca”. Com isso, a humanidade sofre, convive com retrocessos e prejuízos. Assim, o Advento é uma “oportunidade de ouro” concedida por Deus para que a humanidade reflita sobre suas desconexões.

Na perspectiva espiritual, essas desconexões são os pecados. Já no que se refere ao exercício da cidadania, relacionam-se com as incivilidades, desrespeito ao bem comum, à verdade e à justiça social. Invariavelmente, quando o ser humano se desconecta da luz de Deus, perde a paz. Para recuperá-la, cada pessoa deve engajar-se nas dinâmicas que façam nascer uma nova consciência moral, com incidência sobre a conduta individual, no poder público, nas instituições, nas famílias.

O Advento é oportunidade para se conectar novamente com a luz de Deus, inspirando cada pessoa a reconhecer que não basta buscar somente os “lugares confortáveis”, obter títulos, benesses e ganhos financeiros. O egoísmo incapacita as pessoas para estabelecerem conexões e as mantêm aprisionadas na faixa que gera desconexões. Essa inércia alimenta a corrupção, os desmandos, a indiferença, a mesquinhez, comprometendo a vida cidadã. O tratamento terapêutico e penitencial da atual condição humana, que compromete a paz, pede a reconfiguração das instituições e suas dinâmicas. Requer também investimentos na qualificação de processos socioculturais, educativos e da comunicação. É preciso, sobretudo, reconhecer a sacralidade das famílias. Para isso, cada pessoa precisa confrontar a própria consciência e se abrir ao Advento de conexões.

Urge, pois, uma reconfiguração nas mentalidades para alcançar as grandes mudanças que a sociedade demanda. Essas transformações significativas, quando ocorrem, são muito lentas, exatamente pela dificuldade individual em produzir e gerenciar as conexões imprescindíveis ao adequado exercício da cidadania. Desse modo, é indispensável sair da comodidade buscar a renovação pessoal necessária para assumir a responsabilidade na tarefa de transformar o mundo.
As desconexões que produzem “cegueira” diante dos graves problemas sociais geram situações que enfraquecem as instituições. Sabe-se amplamente da existência de processos e procedimentos que comprometem a saúde financeira, a lisura moral, o cumprimento de metas. Mais preocupante ainda é o vício de indivíduos em buscar apenas ganhos pessoais, em seguir as leis do carreirismo, querendo alcançar posições hierárquicas mais elevadas, a qualquer custo. Há ainda um desajuste na gestão das instituições. Por preferir não lidar com os que já se consolidaram em suas comodidades, esse tipo de gestão condena a instituição a transitar entre a mediocridade e a conivência. Essa incompetência humana para relacionar-se com o próximo e com a própria realidade é claro sinal da desconexão com Deus.

É lamentável quando um indivíduo tem sólida formação intelectual e técnica, mas mantém uma condição afetivo-espiritual acanhada. Inevitavelmente, essa pessoa produzirá desconexões em série. Ao contrário, as várias áreas do conhecimento – a exemplo da neurociência e dos estudos da psicogenética – devem servir para apontar caminhos que possam ajudar no processo de renovação pessoal, tão necessário para evitar que a sociedade seja marcada pela delinquência e mediocridade.

O cérebro humano tem um número de conexões sinápticas que, em quantidade, se assemelham às dimensões de uma galáxia. Cada pessoa guarda no coração sentimentos que definem modos de agir e de perceber o mundo. Todos precisam reconhecer o próprio potencial para despertar e engajar-se em novos processos de qualificação humana e espiritual. Se cada cidadão não abrir seus próprios olhos para as muitas desconexões, a humanidade ficará ainda mais semelhante a um “pano sujo” ou “folha seca”, bem diferente do plano de Deus. A mudança começa pelo humilde compromisso de bater no próprio peito, assumir responsabilidades, e exercitar a difícil tarefa de se observar.

Para ajudar cada pessoa a reconhecer-se como importante na transformação do mundo, a respeitar e a amar o seu semelhante, resgatando a dignidade humana, é que o Filho de Deus vem, nasce e entra na história, com o paradigma de sua encarnação: um broto de esperança para o mundo, Advento de conexões.

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo metropolitano de Belo Horizonte

Semana Santa 2019

PROGRAMAÇÃO 2019

Dia 13 e 14 de abril | sábado e domingo
Domingo de Ramos na Paixão do Senhor
Levar ramos para receber bênção

Dia 16 de abril | terça | 20h
Mutirão de Confissões
Na Igreja Nossa Senhora Aparecida
Rua José Soares, 365 Floramar

Dia 18 de abril | quinta-feira | 9h
Missa da Unidade (Mineirinho)

TRÍDUO PASCAL
da véspera da sexta-feira ao domingo da Páscoa

Dia 18 de abril | quinta-feira | noite
Véspera da sexta-feira Santa
Missa da Ceia do Senhor, logo após, vigília.

Igreja Nossa Senhora de Fátima, 20h (Tupi)
Igreja Nossa Senhora Aparecida, 20h (Floramar)
Igreja Imaculada Conceição, 20h (Jd. Guanabara)
Igreja São Judas Tadeu, 20h (Tupi A)
Igreja São Pedro, 20h (Lajedo)
Igreja Senhor dos Passos, 20h (Tupi B)
Igreja Santo Inácio, 20h (Jd. Guanabara)
Igreja Cristo Redentor, 20h (Solimões)
Igreja Sagrado Coração de Jesus, 20h (Tupi B)
Igreja São Francisco Xavier, 21h (Jd. Felicidade)

Dia 19 de abril | sexta-feira | manhã

Manhã de Oração e Jejum Comunitário
Horário especial em cada comunidade

Dia 19 de abril | sexta-feira | tarde
Ofício da Paixão e Morte do Senhor e Procissão do Senhor Morto
Igreja São Francisco Xavier, 16h
Igreja Senhor dos Passos, 16h
Igreja Nossa Senhora de Fátima, 17h
Igreja Nossa Senhora Aparecida, 17h
Igreja Imaculada Conceição, 17h
Igreja São Judas Tadeu, 17h
Igreja São Pedro, 17h
Igreja Santo Inácio, 17h
Igreja Cristo Redentor, 17h
Igreja Sagrado Coração de Jesus, 17h

Dia 20 de abril | sábado | manhã
9h Encontro dos Catecúmenos com pais e
padrinhos na Igreja Nossa Senhora Aparecida
10h Celebração e Unção dos Catecúmenos

Inscrições abertas para o Catecumenato 2019/2020

Dia 20 de abril | sábado | noite
Solene Vigília Pascal
Igreja Imaculada Conceição, 20h
Igreja São Judas Tadeu, 20h
Igreja São Pedro, 20h
Igreja Senhor dos Passos, 20h
Igreja Santo Inácio, 20h
Igreja Cristo Redentor, 20h
Igreja Sagrado Coração de Jesus, 20h
Igreja Nossa Senhora de Fátima, 21h
Igreja Nossa Senhora Aparecida, 21h
Igreja São Francisco Xavier, 21h

Dia 21 de abril | domingo | noite
Missa da Ressurreição do Senhor
Igreja São Francisco Xavier, 10h
Igreja Santo Antônio, 18h
Igreja Nossa Senhora Aparecida, 19h30
Igreja Nossa Senhora de Fátima, 19h30
Igreja Imaculada Conceição, 19h30
Igreja São Pedro, 19h30
Igreja Santo Inácio, 19h30

Programação de Natal

Dia 24 dezembro, segunda

19h Santo Antônio (Tupi Mirante)

         Cristo Redentor (Solimões)

        

20h São Pedro (Lajedo)

        São Judas Tadeu (Tupi A)

        Sagrado Coração de Jesus (Tupi Pedreira)

              

20h30 Santo Inácio de Loyola (Jd. Guanabara)

 21h São Francisco Xavier (Jd. Felicidade)

        Nossa Senhora Aparecida (Floramar)

        Imaculada Conceição (Jd. Guanabara)

        Nossa Senhora de Fátima (Tupi)

        Senhor dos Passos (Tupi B)

 

Dia 25 dezembro, terça

10h São Francisco Xavier

 19h30 Nossa Senhora Aparecida

               Nossa Senhora de Fátima

              Imaculada Conceição

 

SOLENIDADE DA SANTA MÃE DE DEUS

 Dia 31 dezembro, segunda

20h São Pedro

        São Judas Tadeu

        Senhor dos Passos

 20h30 Santo Inácio de Loyola

21h Nossa Senhora Aparecida

         Imaculada Conceição

         Nossa Senhora de Fátima

        São Francisco Xavier

 Dia 01 janeiro, terça

10h São Francisco Xavier

 19h30 Nossa Senhora Aparecida

               Nossa Senhora de Fátima

              Imaculada Conceição

 

Copa de Jiu-Jitsu

Com imensa alegria e satisfação parabenizamos todos os atletas que participaram da Copa Estrela do Oriente de Jiu-Jitsu, e principalmente, pela conquista das 25 medalhas: ouro, prata e bronze, dos representantes do projeto da Comunidade Senhor dos Passos.

Interessados em conhecer o projeto, entre em contato com Geraldo  99956-6450

 

 

 

 

 

 

 

Ano Nacional do Laicato

A missão do leigo se realiza de modo que seu testemunho e sua atividade contribuam para a transformação das realidades, segundo o Evangelho (cf. Documento de Aparecida n. 210). “Louvo e bendigo a Deus pelos leigos e leigas que vivem sua vocação no mundo, no meio da sociedade, na família, no trabalho, na política, no movimento popular (em defesa dos direitos sociais, da natureza, da justiça e da paz), sendo nesses ambientes ‘sal da terra e luz do mundo’ (cf. Mt 5,13-14) como pede Jesus”.

O Ano Nacional do Laicato teve início em 26 de novembro de 2017 e será encerrado em 25 de novembro de 2018. O objetivo geral é: celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos no Brasil; aprofundar a sua identidade, vocação, espiritualidade e missão; e testemunhar Jesus Cristo e seu Reino na sociedade.

Façamos uma reflexão sobre o tema….temos a consciência da identidade e missão dos leigos e leigas na igreja?

 

SEMANA SANTA – programação

banner.s.santa.2017

A Semana Santa começa no Domingo de Ramos, incluindo o Tríduo Pascal, visando recordar a Paixão e a Ressurreição de Cristo, desde a sua entrada messiânica em Jerusalém.

A seguir a programação completa da Paróquia:

Dia 24 e 25 de março – sábado e domingo 

Domingo de Ramos na Paixão do Senhor

Missas nos horários habituais das comunidades.

Dia 29 de março – quinta-feira – manhã
9 horas, Missa da Unidade – Mineirinho

TRÍDUO PASCAL
da Véspera da sexta-feira ao Domingo da Páscoa

Dia 29 de março – quinta-feira – noite

Véspera da sexta-feira Santa – Missa da Ceia do Senhor e Vigília
20 horas

  • Igreja Nossa Senhora de Fátima (Tupi)
  • Igreja Nossa Senhora Aparecida (Floramar)
  • Igreja Imaculada Conceição (Jardim Guanabara)
  • Igreja São Judas Tadeu (Tupi A)
  • Igreja Santo Inácio de Loyola (Jardim Guanabara)
  • Igreja São Pedro (Lajedo)
  • Igreja Senhor dos Passos (Tupi B)
  • Igreja Cristo Redentor (Solimões)
  • Igreja Sagrado Coração de Jesus (Tupi.Pedreira)

 

21 horas

  • Igreja São Francisco Xavier (Jardim Felicidade)

 

Dia 30 de março – sexta-feira – manhã

Manhã de Oração e Jejum Comunitário
(horário especial em cada comunidade)

Dia 30 de março – sexta-feira – tarde

Ofício da Paixão e Morte do Senhor e Procissão do Senhor Morto

Igreja Senhor dos Passos, 16h
Igreja São Francisco Xavier, 16h
Igreja Cristo Redentor, 17h
Igreja São Pedro, 17h
Igreja Sagrado Coração de Jesus, 17h
Igreja Santo Inácio, 17h
Igreja Senhora de Fátima, 17h
Igreja Imaculada Conceição, 17h
Igreja São Judas Tadeu, 17h
Igreja Senhora Aparecida, 17h

Dia 31 de março – sábado – noite

Solene Vigília Pascal – sábado Santo

Igreja Cristo Redentor, 20h
Igreja Sagrado Coração de Jesus, 20h
Igreja Senhor dos Passos, 20h
Igreja São Pedro, 20g
Igreja Santo Inácio, 20h
Igreja São Judas Tadeu, 20h
Igreja Imaculada Conceição, 21h
Igreja São Francisco Xavier, 21h
Igreja Nossa Senhora Aparecida, 21h
Igreja Nossa Senhora de Fátima, 21h

Dia 1º de abril – domingo da Páscoa do Senhor
Não haverá celebração na Paróquia pela manhã.

Dia 1º de abril – domingo – noite
Missa da Ressurreição do Senhor

  • Igreja Santo Antônio, 18h (Tupi.Mirante)
    Igreja Santo Inácio de Loyola, 19h30
    Igreja São Francisco Xavier, 19h30
    Igreja Senhora Aparecida, 19h30
    Igreja Senhora de Fátima, 19h30
    Igreja Imaculada Conceição, 19h30
  • Igreja São Pedro, 19h30

Mensagem de Páscoa

banner.pascoa.2015

Durante as cinco semanas da Quaresma, preparamos os nossos corações pela oração, pela penitência e pela caridade. Passamos pelo domingo que acolhemos Jesus em Jerusalém com ramos de palmeiras e com ramalhetes de ervas aromáticas, o que é muito bonito porque nos faz lembrar o suave odor de Cristo. Jesus entra triunfalmente na cidade santa onde dá a sua vida numa cruz para dar vida ao mundo. Caminhemos com ele! Sentemo-nos à mesa do cenáculo e façamos a refeição sagrada, na qual ele se nos dá como Verdadeira Comida e Verdadeira Bebida: Pão da Vida eterna e Cálice da salvação. Deixemos que ele nos lave os pés, para também nós lavarmos os pés de nossos irmãos, especialmente os mais necessitados. A exemplo de Jesus, sejamos servos, façamos de nossa vida um autêntico serviço a Deus em nossos irmãos, assim respondamos ao apelo da Igreja no Brasil: “Eu vim para servir”.

Subamos com Cristo o monte Calvário e que os olhos de nossas almas sejam atraídos por Aquele que foi elevado na cruz e contemplem Aquele que foi transpassado. Sim! “Aquele corpo que morria foi por afeto (affectum), mão por defeito (deffectum)”, assim diz a Proclamação da Páscoa da Liturgia Mozárabe. Foi o amor levado ao extremo: “Ele, que amara os seus que estavam no mundo, amou-os até o extremo” (Jo 13,1). Toda a sua vida foi de amor e doação, o que culmina na Cruz. Ele, o amor encarnado, veio para trazer esse mesmo amor ao coração humano e lhe comunicar a vida eterna, a vida em Deus.

Vigiemos com toda a unção e reverência o túmulo que guarda o Corpo do Senhor por três dias e com toda a alegria celebremos a sua ressurreição. É a festa da luz, a luz do mundo e quem a segue não andará nas trevas. Que a luz da ressurreição de Cristo dissipe toda a treva que nos impede de ver as maravilhas de Deus em nossas vidas e no mundo, treva que nos impede de ver o sofrimento de nossos irmãos, treva que nos faz tropeçar e desviar do Caminho, da Verdade e da vida.

Cristo nossa Páscoa foi imolado, celebremos a festa do pão sem fermento! É a Páscoa do Senhor, a nossa Páscoa. É a passagem de Jesus deste mundo para o Pai, do tempo para a eternidade. É o dia mais importante na vida dos cristãos, porque nesse dia a eternidade atravessou a Terra e toda a humanidade que nela vive, assim inaugurou um novo Céu e uma nova Terra, um novo tempo, o do amor, o da paz e o da justiça.

Feliz Páscoa da Ressurreição do Senhor!

 

Programação da Semana Penitência

Você está convidado para um encontro com o Senhor e sua comunidade, todas as noites para escutar sua Palavra, iluminar sua vida e receber o perdão de Deus, perdão que nos vem pela sua Igreja.

É NECESSÁRIO PARTICIPAR TODAS AS NOITES DA SEMANA!

 

De 27 a 31 março (segunda a sexta)

às 20h, nas comunidades:

IMACULADA CONCEIÇÃO (Jardim Guanabara)
NOSSA SENHORA DE FÁTIMA (Tupi)
SENHOR DOS PASSOS (Tupi.Mirante)
De 03 a 07 abril (segunda a sexta)

às 20h, nas comunidades:

NOSSA SENHORA APARECIDA (Floramar)
SANTO INÁCIO (Jardim Guanabara)
SÃO FRANCISCO XAVIER (Jardim Felicidade)
SÃO JUDAS TADEU (Tupi)
SÃO PEDRO (Lajedo)