Tamanho da Letra

Comunidade Imaculada Conceição

IGREJA IMACULADA CONCEIÇÃO
Ano de criação: 1985
Rua José Pinto de Moura, 20 Jardim Guanabara 31742-324
ônibus 66 / 702 / 707 / 719
Mês da Festa da Padroeira: novembro/dezembro
Missa Solene: Dia 8 de dezembro

HISTÓRIA 

Inicialmente o bairro Jardim Guanabara não se constituia em comunidade distinta (hoje Comunidade Imaculada Conceição e Comunidade Santo Inácio). Havia em sua planta a demarcação de um terreno doado por uma moradora para a construção de uma Igreja, mas esta ainda não existia e as pessoas participavam das celebrações eucarísticas na Comunidade Nossa Senhora Aparecida, no bairro Floramar.

Com o tempo os moradores começaram a se unir e sentiram a necessidade de construir uma igreja onde pudessem professar sua fé, enquanto comunidade. Nesse período chegou à comunidade Nossa Senhora Aparecida o Pe. Jose Flávio que dispendeu especial atenção ao bairro Jardim Guanabara. As celebrações começaram então a serem rezadas nas casas das famílias do bairro.

Nessa época houve um movimento para adquirir o terreno destinado à construção da igreja. A associação do bairro propôs uma troca de terreno para os moradores, porém, o novo terreno não possuía escritura e isso impossibilitou a construção da igreja. Construiu-se, então, um pequeno cômodo que servia de abrigo para as celebrações eucarísticas, fundando-se assim a Comunidade Imaculada Conceição.

Os moradores, depois de anos de luta, junto à Prefeitura conseguiram que o terreno fosse desapropriado e liberado para a comunidade construir a Igreja. E, no dia 8 de dezembro de 1986, foi celebrada a primeira missa onde hoje se encontra a Igreja Imaculada Conceição.

Dias depois a comunidade festejou a entrega do documento de posse do terreno tendo presente no local, autoridades do governo e eclesiais.

Iniciou-se a batalha pela construção da atual igreja. Após aprovada a planta da igreja, construiu-se um altar de alvenaria e colocou-se uma cruz, e a partir desse dia passaram a celebrar aos domingos às 18 horas, e com muita boa vontade, deu início aos mutirões de construção.

No dia 8 de dezembro de 1992, foi realizada a primeira missa no segundo piso da construção, que seria realmente destinado às celebrações eucarísticas.

Desde então, a comunidade vem trabalhando e, hoje, está em fase de acabamento e novas atividades pastorais e culturais continuam e outras vem surgindo de acordo com as necessidades e desejos dos paroquianos.

Para refletir

Como filhos e filhas da mãe de Jesus, meditemos: O que desejamos pescar? Em qual rio lançamos nossas redes? Como experimentamos espiritualmente a presença materna de Nossa Senhora Aparecida na labuta do dia a dia?

Você Sabia

Outubro, mês do jubileu de Nossa Senhora Aparecida, “300 anos de bênçãos” e que nos separam do encontro da pequenina imagem negra nas águas do Rio Paraíba do Sul, interior de São Paulo.