Tamanho da Letra

Santo Inácio de Loyola

 Inácio – o peregrino apaixonado por Cristo

Inácio nasceu em 1491, um ano antes da chegada de Colombo à América. Educado entre a nobreza espanhola, desejava ser um cavaleiro e conquistar uma jovem dama da alta sociedade; mas, uma bala de canhão mudou seus planos.

Converteu-se em um peregrino. Percorria os caminhos da Europa medieval e da Terra Santa (dominada pelos turcos) somente para seguir as pegadas de Jesus. Chega a Jerusalém. Logo se deu conta de que não se tratava de pisar os mesmos caminhos que pisou Jesus em vida, mas de segui-Lo no mundo que o rodeava, junto das pessoas de sua época.

Por isso decide estudar. Embora não muito aplicado aos estudos, sua profunda experiência espiritual (registrada nos Exercícios Espirituais) e seu contato com a realidade converteram-no em um humanista. Buscava a Deus, que como um professor, ensinava-o. Partilhava sua experiência com Fabro, com Xavier e outros jesuítas, apostando na formação humana. Essa é uma tradição da Companhia de Jesus: a aposta no humano, em sua sintonia com Deus.

Para refletir

“Evangelizar é atrair os afastados com o nosso testemunho, é aproximar-se humildemente daqueles que se sentem longe de Deus e da Igreja.” (Papa Francisco)

Você Sabia

O papa Francisco elevou as duas igrejas que fazem parte do conjunto arquitetônico da Serra da Piedade à condição de basílicas. A Ermida da padroeira do Estado, capela do século 18 que guarda a imagem da Nossa Senhora feita por Aleijadinho, passará a se chamar Basílica Ermida da Padroeira de Minas Gerais. Já a igreja das Romarias, edificada nos anos 70 para acolher as grandes peregrinações, será chamada de Basílica Estadual Nossa Senhora da Piedade.